Paraná

Área 199.314km²
(2,3% do território nacional)
Habitantes 10.261.856
(5,7% da população nacional)
Capital Curitiba

Paraná

Foz do Iguaçu

As Cataratas do Iguaçu são um dos mais impressionantes cenários naturais do planeta. Impossível não se deixar extasiar com o espetáculo superlativo de 275 quedas d’água despencando de grandes alturas, formando um paredão que se estende por mais de 1 km de extensão, cujo ronco surdo pode ser ouvido a grandes distâncias.

O primeiro europeu a descobrir esta que é uma das maravilhas naturais do mundo – as Cataratas do Iguaçu foram tombadas pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade – foi o navegador espanhol Álvar Nuñez Cabeza de Vaca, em 1542. Hoje, mais de 1 milhão de turistas – brasileiros e estrangeiros – transformam este ícone num dos principais destinos turísticos do Brasil. Para atender esta multidão de visitantes, a administração do Parque Nacional do Iguaçu privatizou os serviços do receptivo; como resultado, além das belezas do Parque – que vão muito além das Cataratas –, os turistas podem contar com infra-estrutura invejável: transporte moderno e confortável, elevadores panorâmicos, passarelas seguras, centro de visitantes, lojas de artesanato, restaurantes e bares.

A cidade de Foz do Iguaçu – situada na tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina –, com pouco mais de 300 mil habitantes, possui excelente infraestrutura turística: aeroporto internacional, centros de convenções, uma das maiores redes de hospedagem do país, restaurantes, bares, casas de shows.

A Usina de Itaipu, a maior em funcionamento no mundo, e o Parque das Aves são atrativos que merecem ser incluídos no roteiro de visitas.

Ciudad del Este – destino de compras muito procurado por brasileiros – pode ser acessada pela Ponte da Amizade, que faz a ligação rodoviária do Brasil com o Paraguai. No lado argentino fica a pequena cidade de Puerto Iguazú.

Foz do Iguaçu

Principais Atrativos

Cataratas do Iguaçu

As 275 quedas espalham-se pelos territórios do Brasil e da Argentina, ocupando uma área de 2,7 km na fronteira dos dois países. Os 19 saltos de maior altitude estão no lado argentino, mas é a partir do território brasileiro que se tem uma visão melhor de seu conjunto. Os visitantes são recepcionados no Centro de Visitantes, de onde partem ônibus a cada 15 min. O percurso entre o Salto Floriano e Porto Canoas é feito a pé, por passarelas de onde se tem visão panorâmica de todo o conjunto de quedas. A Garganta do Diabo é a maior e mais impressionante queda do conjunto.

Parque Nacional de Iguaçu

Criado em 1939, tem área de 225 mil hectares e abrange os territórios do Brasil e da Argentina. A maior parte fica no Brasil: 185 mil hectares (dos quais, apenas 5% são aberto à visitação). O principal atrativo são as cataratas, mas o lugar também impressiona pela beleza da floresta e a riqueza da fauna. São mais de 200 espécies de aves, além de bichos como a onça-pintada, o jacaré-do-papo-amarelo, a capivara e o quati, símbolo do parque. A infra-estrutura comporta até 12 mil visitantes por dia. O parque possui mirantes, elevadores panorâmicos e diversas opções para os amantes da aventura e dos esportes radicais. Rodovia das Cataratas (BR-469), Km 18.

Usina Hidrelétrica de Itaipu

Resultado de um acordo entre Brasil e Paraguai, a Hidrelétrica de Itaipu é a maior em operação no mundo. Ela começou a ser construída em janeiro de 1975 e foi aberta à visitação em 1977. Desde então, mais de 10 milhões de pessoas já estiveram no local – atraídas pela imponência da obra e pelo espetáculo das águas. É possível incluir no roteiro de visitas o Refúgio Biológico Bela Vista e o Ecomuseu, ambos mantidos pela empresa. Avenida Tancredo Neves, 6.702. Segunda a sábado, das 8h às 17h.

Parque das Aves

Com área de 17 hectares de mata nativa, abriga mais de 900 aves de 150 espécies. Elas ficam em grandes viveiros, alguns abertos à visitação. No local encontram-se ainda jacarés, tartarugas, serpentes e um borboletário. O parque possui infra-estrutura com estacionamento, lanchonete e loja de souvenires. Rodovia das Cataratas, Km 17. Todos os dias, das 8h30 às 17h30.

Ponte da Amizade

Inaugurada em 1965, está localizada no fim da BR-277. A ponte dá acesso rodoviário a Ciudad del Este, no Paraguai, famosa pelo comércio de bebidas, perfumes, eletrônicos e produtos de informática.


Voltar

Foz do Iguaçu

Atividades

Macuco Safári

Instalado no Parque Nacional do Iguaçu, o Macuco Safári é operador credenciado para atender os turistas que querem se aventurar – de barco inflável – até as proximidades da Garganta do Diabo. Os amantes de esportes radicais têm à disposição outras atividades: rapel e arvorismo no cânion Iguaçu e rafting pelo rio Iguaçu.

Sobrevôo panorâmico

O sobrevôo das Cataratas do Iguaçu, feito de helicóptero, é uma experiência inesquecível. Também é possível sobrevoar de helicóptero a Usina de Itaipu e a Tríplice Fronteira. Programas de 15 e 30 min, dependendo do trajeto.


Voltar

Foz do Iguaçu

Eventos e Negócios

A rede hoteleira de Foz do Iguaçu é uma das maiores do país, com mais de 20 mil leitos, distribuídos entre resorts, hotéis, pousadas, flats, apart-hotéis, hotéis-fazenda. A cidade também possui uma das maiores e melhores infra-estruturas para feiras e eventos do país, com dezenas de empreendimentos voltados para o setor.

Voltar

Foz do Iguaçu

Acessos

Por via rodoviária

De Curitiba: BR-277.
De São Paulo: BR-116 até Curitiba, depois BR-277.
De Brasília: BRs 050, 497, 153, 369, 376, 373, 277.
De Campo Grande/MS: BRs 163, 277.

Por via aérea

Vôos regulares saem das principais capitais brasileiras.

Distâncias de Foz do Iguaçu

Curitiba: 637 km
São Paulo: 1.047
km Rio de Janeiro: 1.472 km
Brasília: 1.573 km
Campo Grande: 776 km


Voltar