Alagoas

Área 27.767km²
(0,32% do território nacional)
Habitantes 3.015.912
(1,6% da população nacional)
Capital Maceió

Alagoas

Maceió e região

Maceió é uma das capitais mais ensolaradas do Nordeste, porta de entrada para o litoral alagoano, com 230 km de praias deslumbrantes. Envolvida pelo mar e pela Lagoa de Mundaú, a cidade de 900 mil habitantes oferece ao visitante cenários arrebatadores, além de infra-estrutura moderna e eficiente. A cidade tem boa rede hoteleira – com 9 mil leitos – e espaços para realização de grandes eventos. As praias de Ponta Verde, Pajuçara e Jatiúca concentram a atividade turística, com os melhores hotéis, os mais recomendados restaurantes, bares com shows típicos, tapiocarias e a imperdível feira de artesanato de Pajuçara. Um calçadão com ciclovia e pista de jogging interliga as praias e complementa os cenários de coqueiros, jangadas e mar azul que fazem da orla marítima de Maceió um espetáculo magnífico.

A capital de Alagoas tem economia baseada na cultura canavieira, mas o turismo ganha importância no cotidiano da cidade. Até o antigo bairro do Jaraguá – reduto da boemia local – foi recuperado para tornar-se o principal centro cultural de Maceió, com edificações históricas, museus e intensa vida noturna. Também são muito apreciados os artesanatos em cerâmica e palha do Mercado do Artesanato e a delicadeza das rendas produzidas no Pontal da Barra, às margens da Lagoa de Mundaú. A própria lagoa, com 30 km² de águas plácidas, mangues e ilhas, é outra fonte de lazer para os visitantes e para a população local, uns desfrutando agradáveis passeios de barco ou apreciando o belíssimo pôr-do-sol, outros tirando dela os caranguejos, mariscos e camarões que compõem a saborosa culinária alagoana.

Maceió e região

Principais Atrativos

Praias

Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca são as praias mais estruturadas de Maceió, ponto de encontro do alagoano e destino obrigatório para os turistas. Além de deslumbrantes cenários naturais, oferecem a melhor estrutura de lazer e serviços da cidade – restaurantes, quiosques, canchas de esporte, ciclovia e pista de cooper. De Pajuçara partem as jangadas para as piscinas naturais, o mais tradicional programa turístico da capital. A área metropolitana de Maceió inclui ainda as praias da Avenida e do Sobral, no bairro Jaraguá, e Cruz das Almas, Jacarecica, Guaxuma, Garça Torta, Riacho Doce, Mirante da Sereia e Ipioca, no caminho para o litoral Norte.

Centro

O Centro de Maceió abriga o comércio cotidiano e o centro administrativo e financeiro da cidade, além de referenciais históricos e culturais como o Palácio Floriano Peixoto, antiga sede do governo estadual, os museus Histórico e Geográfico e Pierre Chalita, a Catedral de Nossa Senhora dos Prazeres e as igrejas de Bom Jesus dos Martírios e N.S. do Livramento.

Bairro de Jaraguá

Um dos bairros mais antigos de Maceió, guarda boa parte dos registros arquitetônicos e da memória cultural da cidade, além de bares temáticos e restaurantes que movimentam a noite da capital alagoana. Destaque para os museus da Imagem e do Som (MISA) e Theo Brandão e para o imponente prédio neoclássico da Associação Comercial.


Voltar

Maceió e região

Gastronomia

Na culinária, a mistura das tradições dos índios, dos colonizadores portugueses e dos escravos africanos gerou uma gastronomia saborosa e exótica, centrada nos frutos do mar. A tapioca é herança indígena e quase uma marca registrada de Maceió, podendo ser degustada em dezenas de variações – doces e salgadas – nas barracas da orla de Pajuçara e em tapiocarias espalhadas pela cidade.

Voltar

Maceió e região

Artesanato

O artesanato em renda de bilro, filé, labirinto e renascença é um atrativo imperdível em Maceió. Produzido pelas rendeiras do bairro do Pontal da Barra, pode ser adquirido principalmente no local ou na feira de artesanato da Praia de Pajuçara. O artesanato alagoano também pode ser apreciado no Armazém Sebrae, Mercado de Maceió e Mercado do Artesão.

Voltar

Maceió e região

Arredores

MARECHAL DEODORO / PRAIA DO FRANCÊS

Fundada em 1522, primeira capital de Alagoas e berço do proclamador da República, Marechal Deodoro oferece atrativos tanto para quem busca sol e mar como para quem se interessa pelos referenciais históricos e culturais da região. A sede do município de 42 mil habitantes fica à margem da Lagoa Manguaba, a 7 km da orla marítima, e se destaca pelo conjunto arquitetônico colonial tombado pelo IPHAN – entre eles o museu instalado na casa onde nasceu o marechal Deodoro da Fonseca – e o delicado artesanato de rendas de labirinto e filé. Embora reúna outros atrativos naturais interessantes, como a Ilha de Santa Rita, a Prainha e a Praia do Saco (reservada ao naturismo) – todos na Lagoa da Manguaba –, o destaque turístico de Marechal Deodoro é a Praia do Francês. Quase um bairro de Maceió, da qual dista apenas 20 km, o balneário oferece completa estrutura de bares de praia, restaurantes e pousadas – além de águas tépidas que, de um lado, são protegidas por arrecifes e excelentes para banho, e de outro, sacudidas por ondas que fazem a alegria dos surfistas. É destino dos moradores da capital nos fins de semana, quando as barracas de praia lotam de gente que degusta as delícias da culinária alagoana – com destaque para o caranguejo – e se diverte ao som do forró eletrônico.

BARRA DO SÃO MIGUEL

Distante apenas 33 km de Maceió, Barra de São Miguel é um dos destinos preferidos da população de Maceió. Com pouco mais de 7 mil habitantes, o município tem economia baseada na produção de coco, pesca, artesanato e principalmente no turismo. Casas de veraneio, pousadas e alguns condomínios espalham-se pelo entorno de suas belas praias, atraindo milhares de turistas na temporada de verão, e nos fins de semana durante o ano todo. Com um litoral de 14 km, Barra de São Miguel abriga algumas das praias mais belas do litoral alagoano, como Niquim e das Conchas, ambas com boa infra-estrutura de bares, restaurantes e pousadas. A Praia do Meio, com ondas fortes, é a preferida dos surfistas. Barra de São Miguel também oferece boas opções em passeios turísticos, seja de barco até a paradisíaca praia do Gunga e Lagoa do Roteiro, de jangada pelo rio Jeguiá ou de bugue pelas praias e falésias da região. A culinária centrada em frutos do mar e lacustres – caranguejo, maçunim, ostras, sururu, camarões e peixes – é geralmente preparada com leite de coco, abundante na região, e encanta o paladar do visitante.

PENEDO

Fundada em 1560, Penedo foi local de aprovisionamento de franceses traficantes de pau-brasil, devido à sua localização privilegiada, à margem do rio São Francisco e próxima ao oceano. É o núcleo original de Alagoas e uma das cidades mais antigas do Brasil. Deste passado, guarda impressionante conjunto arquitetônico, prédios e igrejas coloniais que despontam sobre ruas estreitas e casario tipicamente portugueses. Com 60 mil habitantes, Penedo oferece a necessária infra-estrutura ao visitante, com um hotel e algumas pousadas de bom nível, esparsas opções de restaurantes e um comércio popular em que podem ser garimpadas preciosidades artesanais e rendas de ponto em cruz ou filé. Um passeio a pé pelo Centro permite admirar seus principais monumentos históricos: as igrejas de N. S. da Corrente e N. S. dos Anjos, o Convento de São Francisco ou o Museu do Paço Imperial. Penedo também é o ponto de partida para excursões à foz do rio São Francisco, refúgio natural que marca o encontro do mar com um dos principais rios brasileiros. Por via rodoviária Maceió liga-se ao restante do país pela BR-101 e pela AL-101, rota turística que percorre todo o litoral do estado.



Voltar

Maceió e região

Acessos

Por via aérea

O aeroporto Zumbi dos Palmares, um dos mais modernos do país, recebe vôos regulares das principais capitais brasileiras.

Distâncias de Maceió

Brasília: 2.000 km
Rio de Janeiro: 2.135 km
São Paulo: 2.448 km
Aracaju: 290 km
Recife: 266 km
Marechal Deodoro: 25 km
Praia do Francês: 25 km
Barra de São Miguel: 33 km
Penedo: 168 km


Voltar