Acre

Área 152.581km²
(1,7% do território nacional)
Habitantes 669.736
(0,37% da população nacional)
Capital Rio Branco

Norte

Acre

Localizado na região Norte do Brasil, o Acre faz fronteira com a Bolívia e o Peru. É um dos últimos recantos do planeta em que a natureza permanece ainda praticamente intocada. A exuberante biodiversidade da Floresta Amazônica, cuja cobertura se estende pela maior parte de seu território, torna o estado um extraordinário destino para o ecoturismo.

Há muitas gerações, a população do Acre vive do extrativismo de borracha, castanha e madeira, em harmonia com a floresta. O ambientalista Chico Mendes, morto em 1988, conhecido internacionalmente pela sua luta pela preservação da Amazônia e a defesa dos povos da floresta, tornou-se o símbolo dessa vocação para o desenvolvimento sustentável.

Até o início do Século XX, o Acre pertencia à Bolívia, embora, desde o Século XIX, a maior parte de seus habitantes – que viviam do extrativismo da borracha –, fossem brasileiros. Depois de confrontos fronteiriços, a questão foi resolvida pela via diplomática – em 1903, o território passou ao domínio brasileiro. Somente em 1962 o território foi elevado à categoria de estado.

A cultura local tem características predominantemente indígenas, com influências nordestinas, em especial do Ceará – milhares de cearenses migraram para trabalhar nos seringais. O Acre tem 152,5 mil km² (1,8% do território nacional), onde habitam 686 mil pessoas, distribuídas em 22 municípios. Sua densidade populacional é de apenas 4,5 habitantes por km². O fuso horário tem duas horas a menos que Brasília – três no horário de verão.